Quarta-feira, 22 de maio de 2013

Eike Batista quer arrendar os táxis de Florianópolis

Categorias: Economia

Discretas mudanças nos táxis de Florianópolis já podem ser notadas

O bilionário Eike Batista está interessado nas concessões de táxis de Florianópolis. Ao ser informado de que apenas um homem controla cerca de 20% de todos os carros de praça da cidade, o empresário carioca decidiu entrar no negócio. “A mobilidade urbana da Ilha me parece um ativo altamente lucrativo para meus parceiros, investidores, acionistas e filhos”, afirmou o, ao fim deste parágrafo, milionário. A nova empresa, TAXX, divulgou um documento prevendo retorno de R$ 7 bilhões anuais, sem explicar como, e já abriu capital na Bovespa.

Eike deve desembarcar em Santa Catarina ainda nesta quarta-feira com o filho Thor, que fará o test-drive dos veículos. “Não vejo a hora de testar o potencial do motor dos táxis no túnel da Baía Sul”, afirmou o jovem. “Dentro do limite estabelecido por lei de 80 km/h, claro”, disse seu advogado, sempre por perto. Olin, o outro filho do novamente bilionário, está comendo uma panicat e, portanto, não vê sentido algum em vir para Florianópolis.

Milionário mais uma vez, Eike Batista já passou a mão no telefone vermelho que, desde 2003, o mantém em contato direto com o gabinete da presidência da república. “Tive grandes perdas nos dois primeiros parágrafos desta reportagem, então pedi à presidenta Dilma um pequeno aporte do BNDES”, explicou. Ele pretende montar uma grande oficina e martelinho-de-ouro na Ponta do Coral para fazer a manutenção dos táxis, e garante já ter as licenças ambientais.

O mercado reagiu com incredulidade a mais essa jogada do… confirmando… ok, entrou o dinheiro do BNDES… bilionário. De acordo com analistas, o preço é abusivo, o serviço é ruim e a frota é sucateada. “Como é que o Eike vai fazer dinheiro com algo sem sentido e que tem potencial apenas em projetos nababescos e fantasiosos e… ah… certo… entendi”, elucubrou Dóris Pejaroba, professora de Capitalismo Brasileiro da Universidade de Michigan.

 

+ Eike Batista perdeu R$ 5 bilhões durante a realização da matéria, mas o dinheiro não era dele
Eike Batista pede empréstimo ao BNDES para construir armadura robótica
Thor Batista compra papel na sequência de “Os Vingadores”
Eike Batista fica mais pobre e culpa a crise internacional
Grécia quer viagem oficial de Sérgio Cabral para salvar as finanças

Comentários

Laranjas é um site de jornalismo de humor com notícias fictícias.
Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Monodois